segunda-feira, 18 de julho de 2016

Brisa

Uma suave e morna brisa
esvoaça em meu peito
toda vez que penso em ti.

E é um calor gostoso
que faz meus lábios sorrirem
e meus olhos brilharem
como pirilampos
que imitam as estrelas.

E esse ventinhinho,
que vem de mansinho
me traz paz.

Um sossego desassossegado
que me faz querer,
mais e mais,
entrelaçar-me em teus braços.

Alegria?
Felicidade?
Mais que isso!
É amor que resolve
passear no meu coração
tentando fazer redemoinho.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

     Para quê tanto rugido
     Ensurdecedor bramido
     Se queres apenas um beijo?

     Basta uma canção
     Com palavras do fundo
do teu coração
     Para realizares teu desejo!



Amq




A mulher geminiana

Mesmo que pensem conhecer esta mulher a fundo, as opiniões dos amigos e parentes nunca serão parecidas. A geminiana equivale a várias mulheres, todas diferentes, que variam conforme seu estado de espírito.
Quem conhece uma mulher de gêmeos sabe que é muito difícil ver a mesma pessoa por muito tempo. Suas fotos nunca parecem ser da mesma pessoa e suas mudanças de comportamento deixam qualquer um sem saber se acabam de conhecer uma nova mulher ou se ainda está falando com uma velha amiga! Sim, o signo de Gêmeos é o signo da mutação, de todos aqueles que gostam de mudar, experimentar e ultrapassar horizontes. Se existe algo que pode matar esta mulher é a monotonia. Como um camaleão ela vai assumindo várias formas, encantando e intrigando os homens. Ao contrário do que possa parecer, seu jeito misterioso consegue agradar a muitos homens que acabam ficando apaixonados.
A mulher de gêmeos não muda de personalidade. Ela apenas mostra todas as mulheres que vivem dentro dela
As vezes ela pode ser tão volúvel e imprevisível, que se deixará encantar pelo sorriso ou pelo olhar de uma nova paixão para, logo depois, começar a critica-lo com a mesma intensidade. Então, o homem que antes era maravilhoso, vai se tornar tão cheio de defeitos que ela se perguntará como foi capaz de se apaixonar por alguém assim?
Esta capacidade que ela tem para se apaixonar e se desiludir logo em seguida pode partir muitos corações até que tenha certeza de que realmente acabou de conhecer o homem de sua vida. Bem, para falar a verdade, é ele que vai ter que convence-la de que é o homem de sua vida! Se deixar para ela a tarefa de analisa-lo, pode ter uma tremenda decepção! E a melhor maneira de conquista-la é sendo sempre a mesma pessoa. Ela aprecia mudanças em sua vida na sua personalidade e adora experimentar novas sensações. Mas quer um homem bem previsível ao seu lado. Previsível, mas nunca passivo!
Seu temperamento faz com que aceite as mudanças com mais facilidade que as outras mulheres, desde que não esteja relacionado com o comportamento de seu parceiro.
Para ela é difícil entregar-se a uma pessoa sem enfrentar suas dúvidas.
Sabem aqueles desenhos onde alguém é atormentado por um anjinho e um diabinho que ficam dando opiniões sobre o que é melhor fazer? Pois é mais ou menos assim que funciona a mente desta mulher. Sua dualidade sempre estará analisando os prós e contras de todos os relacionamentos. Aquele homem carinhoso e romântico será capaz de ganhar o suficiente para sustentar a casa? E aquele homem que ganha dinheiro como ninguém, não será um tanto frio para confortar seu coração quando estiver carente?
Tirando o amor e o romance que costumam atormenta-la com a idéia de perder sua liberdade, nas outras coisas ela é bem direta e não costuma fazer rodeios!
Mas não se preocupe, ela vai acabar fazendo sempre a melhor escolha do momento.
Se algum dia ela descobrir que a melhor escolha que fez acabou se tornando um pesadelo, não pensará duas vezes em largar tudo para recomeçar do zero! A mulher de gêmeos não se prende muito aos seus erros se descobrir que fez uma escolha errada! Ela vai aprender com a experiência e dificilmente vai repetir os mesmos erros!
Normalmente ela é uma companheira animada, agradável e alegre.
Tirando suas fases azedas que fazem com que fique insuportável com seu cinismo e língua afiada, seu outro lado romântico e aventureiro faz com que tenhamos a sensação de que estamos diante de uma grande amiga ao invés de uma namorada. Ela acompanhará o namorado em tudo que fizer, desde uma escalada em uma montanha até uma aventura na África! Para ela não existe esta coisa de separar as atividades entre feminina e masculina, quando esta apaixonada. Para onde ele for, ela estará ao seu lado!
A geminiana pode estar apaixonada, mas dificilmente deixará de achar outros homens atraentes.
Também costuma ser muito criativa quando o assunto é amor. Curiosa e com uma imaginação fértil, ela é ótima para apimentar relacionamentos. Sua imaginação se revelará quando sua curiosidade for excitada por uma nova descoberta. Para ela não basta ouvir palavras carinhosas e juras de amor. O verdadeiro amante deve agradar seus ouvidos com palavras dóceis, mas não pode se esquecer de surpreende-la na hora do sexo! Lembrem-se que ela detesta monotonia.
A geminiana costuma associar sexo com amor como ninguém. Sua mente não consegue entender como alguém pode ama-la sem fazer com que suba pelas paredes!
Ela jamais tomará um ônibus se pode ir de avião. Jamais ficará calada se puder falar. E jamais andará quando puder correr. Por isso nunca vai se contentar com o mínimo em um relacionamento quando pode ter muito mais.
Apesar de muitas vezes parecer fria e distante, ela deseja ser amada e mimada. Mostre que sempre estará ao seu lado, apesar de suas crises de mau-humor, e terá uma mulher que se entregará por inteira. Aliás, o melhor remédio contra o mau-humor da geminiana é sempre demonstrar amor! Não há chatice que dure muito tempo!

fonte: Mesmo que pensem conhecer esta mulher a fundo, as opiniões dos amigos e parentes nunca serão parecidas. A geminiana equivale a várias mulheres, todas diferentes, que variam conforme seu estado de espírito.
Quem conhece uma mulher de gêmeos sabe que é muito difícil ver a mesma pessoa por muito tempo. Suas fotos nunca parecem ser da mesma pessoa e suas mudanças de comportamento deixam qualquer um sem saber se acabam de conhecer uma nova mulher ou se ainda está falando com uma velha amiga! Sim, o signo de Gêmeos é o signo da mutação, de todos aqueles que gostam de mudar, experimentar e ultrapassar horizontes. Se existe algo que pode matar esta mulher é a monotonia. Como um camaleão ela vai assumindo várias formas, encantando e intrigando os homens. Ao contrário do que possa parecer, seu jeito misterioso consegue agradar a muitos homens que acabam ficando apaixonados.
A mulher de gêmeos não muda de personalidade. Ela apenas mostra todas as mulheres que vivem dentro dela
As vezes ela pode ser tão volúvel e imprevisível, que se deixará encantar pelo sorriso ou pelo olhar de uma nova paixão para, logo depois, começar a critica-lo com a mesma intensidade. Então, o homem que antes era maravilhoso, vai se tornar tão cheio de defeitos que ela se perguntará como foi capaz de se apaixonar por alguém assim?
Esta capacidade que ela tem para se apaixonar e se desiludir logo em seguida pode partir muitos corações até que tenha certeza de que realmente acabou de conhecer o homem de sua vida. Bem, para falar a verdade, é ele que vai ter que convence-la de que é o homem de sua vida! Se deixar para ela a tarefa de analisa-lo, pode ter uma tremenda decepção! E a melhor maneira de conquista-la é sendo sempre a mesma pessoa. Ela aprecia mudanças em sua vida na sua personalidade e adora experimentar novas sensações. Mas quer um homem bem previsível ao seu lado. Previsível, mas nunca passivo!
Seu temperamento faz com que aceite as mudanças com mais facilidade que as outras mulheres, desde que não esteja relacionado com o comportamento de seu parceiro.
Para ela é difícil entregar-se a uma pessoa sem enfrentar suas dúvidas.
Sabem aqueles desenhos onde alguém é atormentado por um anjinho e um diabinho que ficam dando opiniões sobre o que é melhor fazer? Pois é mais ou menos assim que funciona a mente desta mulher. Sua dualidade sempre estará analisando os prós e contras de todos os relacionamentos. Aquele homem carinhoso e romântico será capaz de ganhar o suficiente para sustentar a casa? E aquele homem que ganha dinheiro como ninguém, não será um tanto frio para confortar seu coração quando estiver carente?
Tirando o amor e o romance que costumam atormenta-la com a idéia de perder sua liberdade, nas outras coisas ela é bem direta e não costuma fazer rodeios!
Mas não se preocupe, ela vai acabar fazendo sempre a melhor escolha do momento.
Se algum dia ela descobrir que a melhor escolha que fez acabou se tornando um pesadelo, não pensará duas vezes em largar tudo para recomeçar do zero! A mulher de gêmeos não se prende muito aos seus erros se descobrir que fez uma escolha errada! Ela vai aprender com a experiência e dificilmente vai repetir os mesmos erros!
Normalmente ela é uma companheira animada, agradável e alegre.
Tirando suas fases azedas que fazem com que fique insuportável com seu cinismo e língua afiada, seu outro lado romântico e aventureiro faz com que tenhamos a sensação de que estamos diante de uma grande amiga ao invés de uma namorada. Ela acompanhará o namorado em tudo que fizer, desde uma escalada em uma montanha até uma aventura na África! Para ela não existe esta coisa de separar as atividades entre feminina e masculina, quando esta apaixonada. Para onde ele for, ela estará ao seu lado!
A geminiana pode estar apaixonada, mas dificilmente deixará de achar outros homens atraentes.
Também costuma ser muito criativa quando o assunto é amor. Curiosa e com uma imaginação fértil, ela é ótima para apimentar relacionamentos. Sua imaginação se revelará quando sua curiosidade for excitada por uma nova descoberta. Para ela não basta ouvir palavras carinhosas e juras de amor. O verdadeiro amante deve agradar seus ouvidos com palavras dóceis, mas não pode se esquecer de surpreende-la na hora do sexo! Lembrem-se que ela detesta monotonia.
A geminiana costuma associar sexo com amor como ninguém. Sua mente não consegue entender como alguém pode ama-la sem fazer com que suba pelas paredes!
Ela jamais tomará um ônibus se pode ir de avião. Jamais ficará calada se puder falar. E jamais andará quando puder correr. Por isso nunca vai se contentar com o mínimo em um relacionamento quando pode ter muito mais.
Apesar de muitas vezes parecer fria e distante, ela deseja ser amada e mimada. Mostre que sempre estará ao seu lado, apesar de suas crises de mau-humor, e terá uma mulher que se entregará por inteira. Aliás, o melhor remédio contra o mau-humor da geminiana é sempre demonstrar amor! Não há chatice que dure muito tempo!

quarta-feira, 8 de junho de 2016

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Tenha coragem de seguir viagem

Onde há insensatez e irreflexão,
ali não há amor.
Onde há soberba e intolerância,
ali não há amor.
Onde há imprudência no falar,
desconfianças e incredulidade,
ali não há amor.
Onde há deturpação
das sinceras palavras do outro,
ali não há amor.

É insanidade permanecer
numa estação cheia de espinhos
que ferem e sangram o coração.

O amor é transponível ao tempo,
à distância e aos primeiros planos.

A dúvida dissolve a beleza do momento,
a pureza de qualquer sentimento
e a beleza dos detalhes;
desintegra tudo no espaço,
cria poeira que asfixia.

Cada pôr-do-sol
é oportunidade de reverência à vida,
de gratidão e reflexão,
de se atrever a sonhar
com a luz de dias vindouros
e insistir na missão de ser feliz.

Cada amanhecer é
um abençoado convite
de se seguir a viagem
e encontrar a parada derradeira
de aconchego e paz.

A felicidade está aonde
encontra-se o amor.
Que cada um seja corajoso
de renunciar a dor
e entrelaçar
de coração e alma
o próprio amor.



Alessandra Magna Queiroz



domingo, 5 de junho de 2016

Por que parte dos homens despreza a mulher

por Rosemeire Zago

Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/homem_mulher.htm



Muitas mulheres se lamentam de seus companheiros, ou neste momento estão pensando numa possível separação pelo fato de estarem sempre fazendo de tudo por eles e sentindo-se desprezadas. Talvez a palavra desprezada ainda não consiga expressar o que algumas mulheres na verdade sentem, pois muitas se sentem - desculpem a palavra - um lixo, pela maneira que são tratadas.

Muitas mulheres irão se identificar, pois é a realidade que recebo no consultório diariamente, alguns homens ficarão perplexos, pois estão longe desta descrição, e que bom, continuem assim, mas muitos também irão, apesar da dificuldade e resistência inicial, perceberem o quanto estão colaborando negativamente para que seus relacionamentos não deem certo e quem sabe, após essa análise, comecem a mudar alguns de seus comportamentos para com suas companheiras.

O que acontece quando mulheres tratam muito bem seus companheiros e esses as desprezam sendo indiferentes, não demonstrando seus sentimentos, nada ou muito pouco fazendo para que se sintam amadas e valorizadas? Situações em que a mulher trabalha, ajuda a pagar contas, cuida dos filhos, da casa, da organização doméstica, responsabiliza-se pelos pagamentos das contas diárias, enfim, mantém toda a logística que envolve a manutenção de uma casa, são situações cada vez mais comuns de encontrarmos.

Sim, a mulher pode fazer tudo isso e muito mais, como tratar seu companheiro com carinho, atenção, fazer mimos, estar sempre presente sendo companheira e cúmplice e, mesmo diante de todo esse quadro, encontramos homens literalmente distantes, agindo como se nadam recebessem, como se tudo que está sendo feito para eles, e por eles, fosse apenas obrigação enquanto mulher. Desculpem-me os homens que não agem assim, que têm sensibilidade e valorizam a mulher com quem se uniram. Mas a maioria ainda segue um padrão machista que trata a mulher como se fosse mais uma empregada da casa.

Também não me refiro aqui aos relacionamentos onde cada um mora em sua casa, pois só quando se mora junto os conflitos realmente começam a surgir, apesar de que em alguns casos os sinais se fazem evidentes também na fase do namoro.
Os motivos podem ser os mais variados. Não estou me referindo a homens que agridem suas mulheres, seja pela agressão física ou verbal, cada vez mais comum ainda nos dias de hoje, estou me referindo apenas a homens que desprezam ou nada valorizam as mulheres que fazem de tudo para agradá-los.

Amor ilusório
Quando paramos para analisar, devemos primeiramente questionar se aquilo que muitas mulheres acreditam ser amor é realmente amor, pois algumas se iludem com um sentimento que muitas vezes está muito longe de ser considerado amor, por tantos sinais de que ele não existe e elas insistem em receber o que não se tem mais. Muitos homens desprezam o que suas mulheres fazem por eles, porque no íntimo não as amam, mas continuam ao lado por outros fatores que não o amor.

Permanecem na relação pelo excessivo sentimento de responsabilidade e culpa. Infelizmente isso se faz presente nos dias de hoje. Ainda há homens que sentem muita dificuldade em terminar um relacionamento onde não existe mais amor. Ouço constantemente no consultório homens dizerem que não amam suas mulheres, mas apesar disso, permanecem casados, por puro medo, comodismo, excesso de responsabilidade para com a família... e que percebem que elas fazem muito por eles. Mas para que elas não se iludam pensando que tudo voltará a ser como antes, as ignoram. É importante perceber se as atitudes de seu companheiro correspondem com aquilo que você espera dele, ou seja, se são atitudes de quem diz te amar, se é o que diz ou demonstra.

É preciso que cada um tenha a compreensão do histórico de vida do outro, pois muitas respostas são encontradas no passado. É preciso entender que as necessidades são as mesmas, mas talvez a maneira com que cada um precise que sejam supridas seja diferente. E cada um deve estar atento tanto as reais necessidades, quanto a maneira de suprir essas mesmas necessidades. Do contrário, estaremos cada vez mais nos deparando com relacionamentos falidos, destrutivos e insatisfatórios.

Mãe 
Não podemos ignorar a figura materna em todo o histórico, pois a mãe é o primeiro ser feminino com o qual o futuro homem entra em contato, podendo esta relação comprometer ou não seus futuros relacionamentos. Em muitos homens a mãe é procurada inconscientemente em cada mulher, isso pode fazer com que considerem seus cuidados como mera obrigação de mãe, em nada valorizando o que recebem. Isso não quer dizer que suas mães foram exemplos de cuidados, pois mesmo mães autoritárias, exigentes, críticas, e até mesmo submissas, podem fazer com que o filho procure aquilo que não teve quando criança em cada mulher que se relaciona.

Assim como também alguns homens por terem tido um pai ausente, ficam sem referência da figura masculina, ou ainda, o exemplo de comportamento do pai, ainda que tenha sido visto como errado, seja repetido nos futuros relacionamentos. Quantas vezes não nos vemos repetindo exatamente comportamentos que condenamos em nossos pais? Isso acontece porque o inconsciente tende a repetir aquilo que vivenciou de maneira repetitiva por muitos anos.

Se por um lado o histórico do homem pode influenciar diretamente na qualidade da relação afetiva, o histórico da mulher também reflete. Devemos analisar porque essas mulheres de alguma forma atraem homens com esse perfil. São mulheres que muitas vezes estão repetindo um padrão de relacionamento, onde estão sempre fazendo muito e recebendo pouco. Essas mulheres também devem parar e analisar os possíveis motivos dessa repetição de padrão.

Muitas mulheres tratam bem seus companheiros não só porque os amam, mas pela necessidade gerada desde a infância de serem aceitas e amadas, não medindo esforços para agradá-los. Acontece muitas vezes que a necessidade de ser amada se torna na necessidade de servir ao outro, não importando nem considerando os próprios limites. Toda mulher que faz ou ama demais deve rever sua maneira de amar e se dedicar, pois muitas vezes necessita desesperadamente de alguém que possa cuidar, para assim ser valorizada. Todos nós necessitamos que alguém responda às nossas necessidades, mas muitas vezes buscamos sem perceber que supram necessidades que não foram supridas desde a infância, tornando muito difícil para uma só pessoa suprir tantos anos de carência.

Quando a mulher passa a demonstrar sua insatisfação com o relacionamento, alguns homens tendem a reagir tornando-se distantes, ausentes, indiferentes, agressivos. Exatamente ao contrário do que a mulher espera e precisa. Enquanto o homem reage se afastando, a mulher cada vez mais exige atenção e proximidade. Mulheres reagem exigindo, pedindo, implorando, controlando e dominando.
Quando uma mulher critica o comportamento ou jeito de ser de um homem ele sente perdendo seu poder e pode naturalmente reagir, fazendo exatamente ao contrário do que ela esperava. Muitos homens reagem assim como defesa para se protegerem da verdade de seu sentimento de impotência para assumir sua própria vida e principalmente, sua própria dor. É muito mais fácil para os homens fugirem, se protegerem, se defenderem, a terem que assumir a verdade de seus sentimentos, ainda que esse comportamento possa lhes fazer perder a mulher amada.

Alguns homens interpretam erroneamente o apoio e o carinho incondicional que recebem como sendo sufocante. Muitos homens negam que agem assim, mas se analisarem seus comportamentos poderão perceber que muitas vezes é exatamente assim que reagem e ainda culpam suas companheiras por seus comportamentos, dificilmente assumindo sua parte da responsabilidade. É, infelizmente muitos homens não sabem receber ou não valorizam aquilo que recebem por nunca terem recebido, ou por não se sentirem merecedores, mas como seus sentimentos não são identificados por eles, dificilmente os assumem. A maior parte dos homens não possui autoconhecimento e nem aceita ou deseja se conhecer melhor, tendendo assim a manter os mesmos padrões de comportamento, sem perspectiva de mudança.

Sem máscaras
É preciso que tanto o homem como a mulher enxerguem o outro como ele realmente é, e não apenas como uma ilusão do que gostariam que fossem. Esta talvez seja uma das origens dos conflitos, querer que o outro seja o que se gostaria que fosse, esperando sempre por uma mudança que jamais virá, principalmente se o outro não perceber que suas atitudes machucam e com o tempo podem vir a destruir o relacionamento.

Todo relacionamento saudável exige a troca constante de amor, cuidado, respeito, cumplicidade, compreensão, consideração, aceitação, confiança, admiração. Se por algum motivo falta qualquer um deles o conflito se instala e a longo prazo a separação se torna inevitável. Quando a dor, seja qual for, é comunicada ao outro, juntos poderão pensar como curá-la, mas há uma condição para isso: ser capaz de sentir a dor gerada no outro e para isso é preciso de uma outra condição: ser capaz de sentir a própria dor, o que muitos homens fogem a todo custo. Se não conseguir sentir sua dor, não conseguirá expressá-la nem curá-la, e muito menos terá condição de perceber ou sentir a dor do outro. Por isso que o autoconhecimento é fundamental, seja identificando os próprios sentimentos e principalmente dividindo com o outro.

A mulher deve ter consciência que ela tem valor, assim como qualquer outro ser humano, independente do que ela faz ou oferece. Enquanto esperar ser reconhecida pelo outro, para se conscientizar de seu real valor como pessoa, estará sempre aberta para se machucar e se decepcionar. Enquanto a mulher, consciente ou inconscientemente, tenta provar seu valor, mais o homem se fechará em seu próprio mundo, gerando na mulher a dúvida se age assim por falta de amor, pois dificilmente a mulher entenderá que seja por dificuldade de demonstrar o que sente, tornando a mulher cada vez mais insegura e mais controladora, e em consequência mais conflitos surgirão.

É importante que os homens tenham consciência de que a mulher precisa constantemente ser lembrada de seu valor, do quanto é amada, sejam com pequenos e simples gestos de carinho, atenção e com verbalizações e atitudes constantes que demonstram que estão sendo valorizadas para que se sintam simplesmente especiais. Os homens não devem, nem podem, ter medo de expor aquilo que verdadeiramente sentem, mas que procurem abrir seus corações para quem está ao lado incondicionalmente.

O certo é que mulheres e homens desejam amar e serem amados, mas ainda não encontraram a mesma linguagem para se fazerem entender. A linguagem do amor deveria ser universal, mas não é, pois existem históricos de vidas diferentes que influenciam diretamente na maneira com que cada um expressa e recebe amor. Mas com diálogo, carinho, respeito, amor, e acima de tudo, cada um desejando que a relação se mantenha, com certeza teremos homens mais sensíveis e mulheres mais valorizadas por aquilo que simplesmente representam: o amor em sua forma única!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

LUZ

Em madrugada fria
insuportável dor no ventre
prenunciava a minha morte.
Indescritível o que eu senti
no auge do repouso revigorante.
Espada afiada cortava-me ao meio
e em gemidos e gritos
clamei pelo socorro Divino.
Suster-me em minhas pernas
impediram-me de buscar
o bálsamo humano.
E diante de tanta dor
eu pensei em ti.
E na iminência de falhar,
mais uma vez,
desisti de desistir do teu olhar.
Deus ouviu o meu clamor
e em meio à dor adormeci.
Súbito arrebatamento,
paz.
O esplendor da aurora
trouxe ao mundo a luz do leste.
Luz...
Luz foi a causa pretérita
da mágoa na matre.
Luz de nascimento,
Luz de renascimento,
luz de perdão,
luz de comunhão.
Luz que clareou
minha própria solidão,
que dissipou toda a escuridão.

Alessandra Magna Queiroz



sábado, 28 de maio de 2016

SEM INTERROGAÇÕES

     Eu te escolhi
     Mas tu não me escolhestes
     E que escolha agora faço
     Esperar-te pela eternidade
     Ou viver venturas e desventuras
     Efêmeras alegrias
     Ou fracassados desencontros

     O que fazer se eu te escolhi
     E tu não me escolhestes
     Estar suscetível a ser
a escolha de alguém
     Ou considerar-me excluída
     Da possível chance de ser feliz

     Difícil e doída
(ou doida)
     Será a decisão de blindar
o meu coração
     Talvez seja a alternativa certeira

     Mas a saudade...
     Ah... essa não sou capaz de dominar
     E sentir saudade
     Do que não foi vivido
     Talvez será o meu maior martírio
     Mas fazer o que
     Se te escolhi


Alessandra Magna Queiroz


   


terça-feira, 24 de maio de 2016

Eu nunca quis um marido, eu sempre quis um companheiro

Eu nunca quis um marido, eu sempre quis um companheiro



Eu nunca fiz questão de festa de casamento, de vestido de noiva e de um anel caríssimo de brilhantes. Não é isso que faz a minha cabeça. Eu não preciso de um papel assinado para provar que sou sua mulher, faz-me sentir que sou a tua mulher, faz-me tua! E eu serei, sempre.

Tu podes colocar uma aliança de bambu no meu dedo, desde que seja com VERDADE, que ela não seja somente para mostrar o nosso compromisso ao mundo, que eu ficarei feliz se ela não tiver ouro mas tiver AMOR. E se tu a usares com felicidade e não por mera formalidade.

Eu tampouco quero exigir-te fidelidade pois creio que fidelidade e amor ninguém obriga nem agradece; Quando existe um destes sentimentos muito forte, o outro complementa espontaneamente, sem obrigações, sem cobranças. A lealdade é fruto desta união e é isso que me interessa.

Eu dispenso a festa, se for para mostrar aos nossos amigos como estou feliz, quem me conhece não precisa disso e quem não me conhece não me importa… os meus amigos sabem que eu encontrei o amor, só pelo brilho nos meus olhos; Nunca quis um marido para a cerimónia, sempre quis um companheiro que fizesse da nossa rotina uma grande alegria e da nossa cama uma festa. Não me dês presentes caros, dá-me sorrisos!

Eu nunca quis um MARIDO para me acompanhar nos rituais natalícios e reuniões de família, sem a menor vontade, só porque PRECISA estar ali; Eu sempre quis um parceiro, que mesmo no final do campeonato de futebol, com a sua equipa em campo me dissesse “Vamos! Eu assisto ao jogo com os teus primos – adversários!”. Percebes a diferença? Parceria pode ser absolutamente oposta ao casamento, mesmo que não devesse nunca ser assim. Eu nunca quis passar o ano todo planeando um roteiro para os 7 dias corridos de férias no final do ano, porque eu não preciso passar o ano novo em Cancun, eu sempre quis um companheiro que me fosse pegar mais cedo no trabalho numa quinta-feira e que subíssemos a serra para passarmos 24 horas juntos…

Eu nunca quis um MARIDO que levasse a minha família para jantar no meu aniversário e me desse uma bolsa qualquer de presente, porque isso é o correto a se fazer; Eu quero um companheiro que me deixe um bombom debaixo do travesseiro para quando eu chegar… que ligue para a minha família e diga “Venham aqui para casa!”, que não me faça declarações com um helicóptero mas que me diga, todos os dias, baixinho ao pé do ouvido, o quanto eu sou importante.
Eu não quero um marido para posar comigo nas fotos, para me levar nos eventos da firma; Eu quero um companheiro para produzirmos boas lembranças, para ser, um dia, aquela foto que dá saudade, de um momento rotineiro na varanda… um companheiro para depois do evento da firma perguntar “E agora, vamos esticar-nos aonde?”.


Eu não quero um marido que só fique à minha espera na sala do pronto socorro, eu sempre quis um companheiro que me fizesse um chá quando eu estivesse com gripe. Isso é cuidado, zelo, e casamento, infelizmente, às vezes é outra coisa. Portanto, não te cases comigo apenas, mais do que isso: VIVE ao meu lado.
Eu não quero um marido para cumprir os protocolos; Eu quero um companheiro, para quebrarmos todos eles!

Eu não quero um marido para envelhecer comigo; Eu quero um COMPANHEIRO que me ajude a manter o meu espírito sempre jovem. Um companheiro que envelheça junto comigo e que ria dos meus cabelos brancos…

Eu nunca quis um marido para ter que fazer sexo 3 vezes por semana, eu sempre quis um companheiro que me levasse para a cama quando eu adormecesse no sofá.

Eu nunca quis um marido só para brindar; Eu sempre quis um companheiro para abrir uma garrafa quando o dia tiver sido péssimo.

Eu nunca quis um marido para procriar. Para revezar as trocas de fraldas noturnas. Eu sempre quis um companheiro que entendesse o meu cansaço e que me oferecesse o ombro para descansar.

Não precisas fazer massagens tântricas nos meus pés, apenas deixa-me esticar as pernas por cima das tuas…

Eu nunca quis um MA-RI-DO para pagar todas as minhas contas. Eu sempre quis um companheiro para crescermos juntos. Nunca quis um marido que me levasse para conhecer o mundo, apenas quis um companheiro para conquistarmos o mundo, para construirmos um mundo nosso. Para nos bastarmos num dia chuvoso. Para sermos felizes a comer macarrão com ovo! Para rirmos quando o dinheiro apertar… e para querer dividir não só o carro e a conta bancária, mas a alma, a vida e os medos quando a noite chegar; Os abraços, o céu, as estrelas, no nosso espaço e por todas as galáxias… que me deixe ser o astro no seu sistema solar!

Mas não precisa ser eterno. Eu só quero que seja verdadeiro enquanto durar. E que esse durar, seja leve, enquanto eu respirar.

Via: Sábias Palavras
Escrito por: Bruna Stamato

sábado, 14 de maio de 2016

RETRATAÇÃO

     RETRATAÇÃO

     Quem és tu
     Que sabes que minha pele é fria
     Sem nunca ter-me tocado?

     Senti medo, confesso
     De tua presença em minha própria escuridão.

     Estavas sim, em meus pensamentos
     Mas ignorei a tua presença e o teu olhar.

     Compreenda-me:
     Ainda não comungo de tamanha sabedoria
     Que trazes em tua alma.

     Sei que sondas meus pensamentos
     E zela pelos meus sonhos.

     Minha felicidade é indescritível
     Porque meu coração anuncia
     O conexo de tua energia
     Quando me delicio ao ver teu sorriso.

     Agora me diga, por favor
     Quem és tu?
     Que identifica as minhas incertezas
     Quando eu não sou capaz de te sentir
     Por eu ainda ser assim
     Tão carnal e tão mortal?

     Se me convidardes para navegar
     Nos mais profundos oceanos
     Ou caminhar contigo na mais longa estrada...
... na imensidão ou nos mistérios do Universo,
     Saibas tu que darei-te minhas mãos
     Para que me leves para onde fores.

     Não te conheço mas te reconheço
     Em cada verso, em cada palavra
     Como aquele que escreve os mais belos cânticos...

     Ainda estou aprisionada nas cercanias
     Dos sentidos humanos.
     Anseio pelo teu cheiro, pelo teu gosto e pelo teu gozo
     Mas há outras dimensões em que o tocar, o beijar
e o abraçar
     São apenas ilustrações de um amor maior
     Que não existe, por este tempo, em meu vocabulário.
     (Descrever a capacidade de entender Deus.)

     Estendo minhas mãos para ti, sem anseios
     Sem medo de tropeços ou quedas
     Coloco-me no amparo de teus braços ― e entrelaço
os meus —
     Pois confio em ti e sei que me protegerás
para sempre...


Alessandra Magna Queiroz
Escrito em 12 de abril de 2015



quarta-feira, 4 de maio de 2016

A TUA VERDADE

A tua verdade me comove
me move para teus braços
me enlaço em teu laço
descanso em teu colo
que aconchega
e me achego na tua paz

Tuas mãos firmes que me seguram
me assegura da intenção do teu olhar
amar, amar e amar
em dia de sol ou céu cinza
em noite fria ou de luar

Em teus braços
meu anjo
pra sempre
eu quero ficar.


Alessandra Magna Queiroz






quinta-feira, 14 de abril de 2016

Ao perder-te eu a ti
tu e eu teremos perdido.
Eu, porque tu eras
o que eu mais amava;
tu, porque era eu
que te amava mais.
Mas, de nós dois
tu perdes mais do que eu.
Porque eu poderei amar a outras
como amava a ti,
Mas a ti não te amarão mais
do que te amava eu!

Ernesto Cardenal

sexta-feira, 8 de abril de 2016

POEMA 20 - PABLO NERUDA

Poema 20

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Escrever, por exemplo: “A noite está estrelada,
e piscam, azuis, os astros, ao longe”.
O vento da noite gira no céu e canta.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu a quis, e às vezes ela também me quis.
Nas noites como esta,  tive-a entre meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.
Ela me desejou, e às vezes eu também a desejava.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi.
Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Que importa que o meu amor não pudesse guardá-la?
A noite está estrelada e ela não está comigo.
Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.
Minha alma não se conforma por havê-la perdido.
Como que para aproximá-la, meu olhar a procura.
O meu coração a procura, e ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.
Nós, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a desejo, é verdade, mas como a desejei…
Minha voz buscava o vento para tocar seu ouvido.
De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
Sua voz, seu corpo claro. Seus olhos infinitos.
Já não a desejo, é verdade, mas talvez a deseje…
É tão curto o amor, e tão longo o esquecimento…
Porque em noites como esta tive-a entre meus braços,
minha alma não se conforma por tê-la perdido.
Embora seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que eu lhe escrevo.

Pablo Neruda - Tradução livre de Fabio Rocha e Luis Cubas Vivanco, do livro Pablo Neruda – poemas para recordar – Selección de Óscar Hahn, 4a edição. Santiago do Chile: Fundación Pablo Neruda, Outubro de 2012, ps. 15 e 16 – poema original do livro “Veinte poemas de amor y una canción desesperada” (é o poema 20). Enviado como imagem pela leitora Tirene Pavanelli)

terça-feira, 29 de março de 2016

Procura-se um poeta

Procuro um poeta
Especializado em rimar sonhos com sorrisos
Não precisa ter o dom de compor sonetos
Nem trovas, nem hai-kais
Mas precisa saber pintar arco-íris em céu nublado.

Procuro um poeta
Horário a combinar...
Básico é o requisito de ter expediente para a alegria
E atenção redrobrada para aproveitar a sinfonia
Que entoa na paz e no silêncio.

Procuro um poeta
Que goste de dançar
Não precisa ser "pé-de-valsa"
Quiçá bailarino
É preciso sentir a direção do vento
E se lançar com a alma em qualquer tormenta.

Procuro um poeta
Que ame a vida: a sua e a do mundo
Que não meça amores nem dores
E que tenha pernas firmes
Porque longa é a caminhada.

Procuro um poeta
Que aceite as estrelas como paga
Cafuné e pudim são adicionais
Além de bálsamo e abraços para os dias prolongados.

Procuro um poeta
Interessado favor deixar que uma poesia chegue até a mim.
(VAGA PREENCHIDA!)


Alessandra Magna Queiroz






domingo, 27 de março de 2016

SAUDADE...

Saudade...
Nada tem de abstrata
Dói, aperta, sufoca
Faz lágrima rolar
Tão concreta como o ar
Ora brisa ora ventania.

Alessandra Magna Queiroz 

sexta-feira, 18 de março de 2016

Feliz Aniversário!

Hoje um dia sem igual
Pois é aniversário de uma pessoa especial
Que Deus me deu o privilégio de conhecer
Sou grata a Ele por você
E que todos os teus sonhos tenham raiz
E cresçam e te faça muito feliz
Que Deus te abençoe hoje e sempre
Que esteja com você eternamente
Que você seja sempre assim
Uma riqueza sem fim
Parabéns pelo seu dia!!!

Taiane Mello 

domingo, 6 de março de 2016

HOJE EU TIVE QUE ASSISTIR O BIG BROTHER BRASIL 2016...

HOJE EU TIVE QUE ASSISTIR O BIG BROTHER BRASIL 2016...

É com um certo pesar que tive que assistir o #BBB16 nesta noite de sábado. Eu não tenho atração por programas que tematizam o voyerismo, pois, particularmente, há coisas mais interessantes do que dispensar a minha atenção à vida dos outros. Ler, dormir, assistir uma novela, passear ou simplesmente ficar pensando na minha própria vida me são atividades mais convidativas. É uma questão de gosto! Como se diz na roça, uns gostam do zóio outros gostam da remela.

Mas chegar para trabalhar numa escola, no primeiro dia de aula e ouvir os gritos de algumas estudantes dizendo “olha ela!” me assustou. Fui procurar saber do que se tratava e logo fui informada que uma tal de Ana Paula, participante do reality show gritou  tais palavras quando voltou de um de seus “paredões”. Até aí, normal. A televisão ainda tem a força de produzir ídolos.

Porém, ainda na primeira semana de aula, uma estudante agrediu uma colega, dando-lhe um tapão daqueles. E logo, o “olha ela!” foi novamente gritado. Fiquei muito preocupada e a gestão da unidade escolar se posicionou quanto ao fato ocorrido e pediu-me para que providências de medidas protetivas previstas no Estatuto da Criança e Adolescente – Lei nº 8069/1990 – fossem encaminhadas. Diálogo e orientações foram as principais medidas à estudante que protagonizou a agressão que foi dispensada de maneira gratuita à outra estudante.

Comecei a acompanhar o BBB16 pelas redes sociais, porque, mesmo com o acontecido infeliz na escola, eu não tive a paciência de assistir um episódio do programa.

Mas hoje, logo pela manhã, as notícias já corriam nos meios de comunicação que a participante Ana Paula fora eliminada porque deu um tapa no rosto de seu concorrente no jogo. Diante disso, tive que assistir o programa. E vi gente feliz e gente que só observa... Vi uma jovem chorando compulsivamente por uma “dor no coração” e vi um olhar bastante expressivo e frustrado. Vi pessoa equilibrada e agindo com o rigor da razão e vi gente que só quer se divertir. Vi gente de fé e também vi as atitudes de Ana Paula que foram condensadas pelo programa para justificar a sua eliminação. Foi quebrada a regra do jogo. E foi dito por Pedro Bial que o programa não tem a intenção de ser vitrine de virtudes e vícios.

Saber que a Ana Paula voltou de quatro paredões deixando sua personalidade extremamente exposta me preocupa. Até que ponto a autenticidade de uma pessoa deve ser tolerada em declínio da paz e da boa convivência? Até que ponto as expressões de desrespeito ao próximo podem ser ovacionadas por uma torcida de pessoas que a mantiveram, até hoje pela manhã, no programa?

E é no espaço escolar que todas as ações desses ídolos – passageiros ou não –  são refletidas.
Socos, tapas, chantagens, roubos, furtos, Bullying, gritos, grosserias de todos os tipos, tentativas diversas de abusos, perseguições, “marcação de territórios”, jargões como Vitória na guerra!, opressões e diversos outros atos covardes são imitados no espaço escolar por crianças e jovens que assistem aos programas de televisão e as outras cenas desrespeitosas no cotidiano de suas vidas.

Acredito que assistir a esses programas não seja o foco do problema da violência, mas a falta de orientações na família e a falta de limites sejam os responsáveis por tantos sofrimentos. Sofrimentos vividos pelas vítimas e também pelos agressores, pois aquele que agride expressa que algo está errado em sua formação psíquica e moral. E se o limite não vem daqueles que educam, o limite vem da própria vida. Uma hora a conta chega! E pode chegar trazendo muita, mas muita tristeza.
E como disse Pedro Bial, “limite: uma forma generosa de amar."

Então, fica a minha sugestão para o jovem que estiver lendo este texto e/ou para alguém que é responsável pela formação de uma criança, pois em algum momento a conta chega em forma de bênçãos ou sofrimentos.


“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deua a um juízo. Afasta, pois, a ira to teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade.” Eclesiastes 11:9,10.


Alessandra Magna Queiroz


sexta-feira, 4 de março de 2016

Se você tem força para cavar buracos para que os "outros " caiam, por que você não cava os buracos para fazeres teu próprio alicerce?
Pense bem... reconsidere seus sentimentos, pensamentos e ações antes que seja impossível voltar atrás.
Ainda está em tempo de te aliares com a justiça e com o perdão.
A Inveja te lançará neste buraco que estás cavando para outrem e o Ciúme fará o serviço de jogar a terra por cima de ti.
Mais uma vez eu digo: reconsidere seus atos e te reconcilia-se com os Ensinamentos do Cristo.
Existem pessoas que te amam e que precisam de ti. Pense nelas pois você também as ama e também precisa delas para dar sentido à tua labuta diária e ao regozijo do final da noite.

Alessandra Magna Queiroz
Em 03/03/2014

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Quando o amor se torna maior...


"Quando o amor se torna maior do que nós mesmos, até o sofrimento fica pequeno e nos faz bem sem saber explicar... É questão de amar, de se encostar alma com alma e permanecer junto em qualquer mundo, diferentes por fora e eternos por dentro."

Carlos Eduardo Russi


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Panela

De trajes azuis
Face senil, cansada
Ele pede-me uma panela.
"Moço! Só tenho panela velha
Amassada e sem cabos."
Ele disse que servia
Para seu almoço preparar.
No meu paneleiro
cada uma tem sua avaria
Mas todas são areadas
E refletem minha face
Que às vezes triste está
Mas que a alegria de coser
É o certeiro sabor do amor.
Dei ao ancião a panela sem cabos
Mas a tampa se encaixou perfeitamente.
Ele agradeceu e se foi.
Uma panela a menos pra mim,
Uma panela para o transeunte
Mas já houve um tempo em que nem panelas eu tinha...
Deus seja Louvado!



terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Ouvir Estrelas



Ouvir Estrelas

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo, 
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite,
enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido 
Tem o que dizem, quando estão contigo? "

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e e de entender estrelas".

Olavo Bilac 

domingo, 31 de janeiro de 2016

O amor quando se revela...

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Bandeira Branca



Bandeira Branca, Amor
Não Posso Mais
Pela Saudade
Que Me Invade
Eu Peço Paz (Bis)
Saudade Mal De Amor, De Amor
Saudade Dor Que Dói Demais
Vem Meu Amor
Bandeira Branca
Eu Peço Paz
Composição: Max Nunes / Laércio Alves


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Alma Gêmea

Quando se encontra a alma gêmea, uma convicção cria raízes no nosso coração.
Às vezes as circunstâncias não são favoráveis para criar um enlace de companheirismo e definitiva união.
Mas, ao acreditarmos na eternidade, a serenidade nos conduz aos votos de que nossa cara metade seja feliz, mesmo que longe da gente por algum tempo.
Não há ciúmes, Despeito ou qualquer sentimento alheio ao amor.
Somente a vontade de ver o outro feliz, mesmo que de longe.

https://www.youtube.com/watch?v=gH8FGwjELkA&list=PLdeGNWpTsfekKR7dbM8dcgD_0SlDaJkbL&index=3

sábado, 23 de janeiro de 2016

Vozes

Vozes sem vida
Que ecoam no caos,
Imploram pela escuta
De uma alma sensível
Receptível ao inexprimível.
Teus ouvidos atentam-se
Às palavras asfixiadas
Que outrora foram abortadas
Pela dor ou inexistência do amor.
Se sentires desânimo
E a paciência desfalecer
Pela ausência de um sussurro
Ceda-me tua atenção
Ao que, ainda em vida,
Guardo em meu coração.
Intento tu sempre estarás
Porque um buscador
Sempre esperançoso está.
Mas se uma gota de lágrima
Rolar em tua face
Peço tua misericórdia
Para deixar eu secá-la...

Alessandra Magna Queiroz

domingo, 6 de dezembro de 2015

Sobre comprar e vender

Sobre comprar e vender


E um mercador disse: "Fala-nos das Compras e Vendas."
     E ele respondeu dizendo:
     "A terra vos oferece seus frutos, e de nada mais precisareis se tão somente souberdes como encher as mãos.
     E é trocando os dons da terra que encontrareis a abundância e a  satisfação.
     Todavia, se a troca não for feita com amor e benevolente justiça, levará uns à cobiça e outros à fome.

     Quando no mercado, vós trabalhadores do mar, do campo e dos vinhedos, encontrardes os tecelões, os oleiros e os colhedores de especiarias,
     Invocais o espírito mestre da terra para que esteja entre vós, e santifique as balanças e os cálculos que avaliam valor com valor.
     E não permitais que os de mãos vazias participem de vossas transações, pois eles vos venderiam suas palavras em troca de vosso trabalho.
     Para tais homens deveis dizer:
     Venham conosco para os campos, ou ides com nossos irmãos para o mar e lançai vossas redes;
     Pois o mar e a terra vos serão generosos, como o foram para nós.

     E se vierem os cantores, os dançarinos e os tocadores de flauta, comprai também suas ofertas.
     Pois eles também são apanhadores de frutos e incenso, e aquilo que eles trazem, embora feito de sonhos, é vestimenta e alimento para vossa alma.

     E antes de deixardes o mercado, cuidai que ninguém retome seu caminho de mãos vazias.
     Pois o espírito mestre da terra não dormirá em paz sobre o vento até que as necessidades do último de vós estejam satisfeitas.


Khalil Gibran. O Profeta. 
Editora Martin Claret. Tradução de Pietro Nassetti

terça-feira, 24 de novembro de 2015

AMOR

AMOR

A formosura do teu rosto obriga-me
e não ouso em tua presença
ou à tua simples lembrança
recusar-me ao esmero de permanecer contemplável.
Quisera olhar fixamente a tua cara,
como fazem comigo soldados e choferes de ônibus.
Mas não tenho coragem,
olho só tua mão,
a unha polida olho, olho, olho e é quanto basta
para alimentar fogo, mel e veneno deste amor incansável
que tudo rói e banha e torna apetecível:
caieiras, desembocaduras de esgotos,
ideia de morte, gripe, vestido, sapatos,
aquela tarde de sábado,
esta que morre agora antes da mesa pacífica: 
ovos cozidos, tomates,
fome de ângulos duros de tua cara de estátua.
Recolho tamancos, flauta, molho de flores, resinas,
rispidez de teu lábio que suporto com dor
e mais retábulos, faca, tudo serve e é estilete,
lâmina encostada em teu peito. Fala.
Fala sem orgulho ou medo
que à força de pensar em mim sonhou comigo
e passou um dia esquisito,
o coração em sobressaltos à companhia da porta,
disposto à benignidade, ao ridículo, à doçura. Fala
Nem é preciso que amor seja a palavra.
'Penso em você' - me diz e estancarei os féretros,
tão grande é minha paixão.

Adélia Prado



domingo, 22 de novembro de 2015

Novos rumos

Um caminho salutar pode ter pedras, espinhos, buracos, montanhas íngremes, vales lamacentos... mas sempre aponta para a direção do bem, do nosso próprio bem e principalmente para o bem daqueles que anseiam por dias melhores e que clamam por justiça. 
Agora, quando se está em um caminho que aponta para a direção da vaidade, com ações supostamente altruístas de pessoas que acusam aleatoriamente quem quer que seja e ainda violam o direito alheio da defesa e obstruindo o diálogo... significa que é hora de buscar outro rumo.
Não é vergonha nenhuma voltar, reconhecer que não prestou a devida atenção nos detalhes, que foi ingênuo.
Enquanto há um sopro de vida sempre é tempo de buscar novos rumos, novos caminhos e procurar a companhia daqueles que trazem a sinceridade no coração e nas atitudes - sem discursos demagógicos.
Quando se está, de fato, disposto a trilhar o caminho do bem, mesmo que para isso possa até faltar as sandálias, Deus nos mostra a melhor direção
.

Alessandra Magna Queiroz